sexta-feira, 4 de setembro de 2009

NASCIDO PARA TOCAR - CORPO (Canção a Hendrix)

Quando toco minha guitarra,
É a vocês que eu toco:
Vocês em sua porção mais primária,
Em sua instância mais aguda.
Não sua alma, mas seu corpo.

No passado os homens sonhavam com anjos
E criavam metafísicas:
Eu toco corpo!
E até o prover destino
Estávamos de acordo que eu não valeria pra nada.
Foi quando descobri uma coisa à fazer:
Simplesmente, por pra fora o cox dormente
E descabaçar!

Mas se agora querem insistir que toquei almas,
Direi que não toquei almas de palha,
Ou almas que não sustentam a danação do corpo e desencarnam.
Mas as de carne, sangue, ossos, pálpebras e córregos...

Esqueçam a profundidade da alma.
O corpo transgride a vaidade,
O corpo é o que rasga a roupa.

Bem aventurados os que dançam,
Pois deles será o reino do chão!

2 comentários:

  1. Adorei o provérbio... lembra a religião dionisíaca!

    ResponderExcluir
  2. Pois então
    Lembrarei dele na próxima enbriaguez!!!
    rsrsrsr

    ResponderExcluir