sábado, 5 de setembro de 2009

TRISTE É O ESQUECIMENTO

Triste é o esquecimento,
Pois que furta aos nossos pés o chão,
E sem chão não tenho por que voar.
Vôo para bem longe,
Mas bem longe é também um lugar,
E logo que lá chegar,
Novamente me perderei,
Para que à diante eu possa...

Comer com a fome de sempre a feijoada lá de casa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário